Turismo em Londres

Guri cura tua depressão pós-Londres

Tenho certeza que se você já veio a Londres a passeio voltou e já bateu saudades de Londres, a tal depressão pós-Londres. A vontade de voltar logo; a comparação inevitável; a olhação de foto que vira depois do retorno e o mimimi. Mas este post vai te ajudar a matar a saudade de Londres já! 😀

1. Câmeras pela cidade

A que eu utilizava muito era a da Abbey Road, que transmite 24 horas por dia e com som. Sério, tu consegue te transportar pra Londres e matar a saudade em segundos! Se souber de alguma outra me conta, ok?

2. Assistir filmes e séries

E a lista é imensa! Eu recomendo Harry Potter, Bridget Jones, Notting Hill, o Discurso do Rei, Johnny English, entre outros… E de séries tem Sherlock, This is England, Dowtown Abbey (mais UK do que Londres mas enfim…), The Crown, Little Britain, 24 horas, etc. A dica é assistir em inglês pra assim também te ajudar a melhorar o idioma. 😉

3. Ler livros

Também tem várias opções de livros que falam sobre Londres. Sem contar livros de história, que falam sobre a Blitz, por exemplo, tem outros livros de ficção como por exemplo Sherlock Holmes (Sir Arthur Conan Doyle), Um Conto de Duas Cidades (Charles Dickens), os livros de Robert Galbraith (que na real são da J. K. Rowling), Agatha Christie, etc. Tem um livro que eu li e gostei muito que não se passa exatamente em Londres mas numa cidade do interior e tem uma história muito bacana. O nome do livro é Fractured, dá uma olhada. 😉

4. Ouvir música

Mais um assunto que amo, e ainda mais falando da cidade que amo. O que eu ouvia muito e me transportava pra Londres era Amy Winehouse e Mumford & Sons, ainda mais com seus sotaques londrinos. Hoje em dia dá pra adicionar Adele e George Ezra, por exemplo. Isso sem contar de músicas que falam sobre a cidade como por exemplo:

5. Passear em Londres pelo Google Street View

Ahhh essa é uma coisa que eu adorava fazer pra matar a saudade. Caminhar por ruas, entrar em lugares, olha… Eu me divertia virtualmente enquanto matava minha saudade de Londres. 🙂 Abaixo fiz uma seleção de lugares pra tu brincar também:

Barco no tâmisa

Catedral de St. Paul

Tate Britain (o irmão do Tate Modern) – abaixo, na Turner Collection

Regent’s Canal

6. Ler blogs de Londres

Nossa, se for seguir todos te garanto que tu vai te sentir como um morador da cidade! Aqui tem alguns vários pra ficar de olho:
Londres para Principiantes
Helô Righetto
Londres pra você
Pra Ver em Londres

7. Canais no YouTube

Também de monte e pra todos os gostos. Se for pra matar a saudade de Londres, pra saber como é o cotidiano londrino, pra dicas de turismo, enfim… Te inscreve aê:
Londres na Lata
Destino Inglaterra
Gisele Dal Pai
Rodrigo CrockGuigo
Rafael (Motofilmadores UK)
Realidade Inglesa

8. Namorar Londres pelo Instagram

Mais umas contas bacanudas pra tu seguir:
@GuriinLondon (sim né…)
@helorighetto
@londresparaprincipiantes
@carlacostelini
@londrespravoce
@london
@visitlondon (órgão de turismo de Londres)
@aladyinlondon

9. Vir de carona em Londres pelo Snapchat 

Bora:
– guriinlondon (sim né 2… Apesar de hoje não usar tanto assim)
– londrespravoce
– helorighetto
– thaiscfn
– thaisemlondres
– lilianastahr

casinha verde de taxusta com tradicional taxi londrino vermelho ao fundo. tudo com neve.

10. Viver um dia inglês

Fácil: acorde e tome um café da manhã inglês (isso, aquele com bacon, ovos, linguiça, baked beans, cogumelo e tomate). Depois, mais tarde, assiste um filme ou série inglesa (várias sugestões no item 2). À tarde o que te impede de tomar um chá da tarde com os tradicionais scones?

11. Volta logo pra Londres!
Pois é, este é o melhor jeito de matar de vez a tua saudade de Londres. Economiza dinheiro, se planeja bem (esta página é ótima pra isso), vê minhas 20 dicas pra economizar em Londres e agende um passeio guiado por mim pra aproveitar ao máximo essa cidade que a gente tanto ama!

E tu, tens alguma dica pra quem quer matar a saudade de Londres? Deixa ali nos comentários! 😉




Planeje sua viagem com os parceiros que eu confio e uso:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *