Quando fomos pela primeira vez ao País de Gales a gente ficou muito a fim de vistar o norte do País. Vimos que tinha muita coisa legal pra fazer lá, voltamos e te trago aqui cinco coisas legais no norte do País de Gales.

apartamento decorado com velas e lareira e umas prateleiras de madeira. airbnb no pais de gales

O norte do País de Gales é dominado pelo Parque Nacional Snowdonia (e não Snowland como uns clientes meus chamaram uma vez, brincando heheh). Nós optamos por ficar do lado oeste do parque em uma vila bem pequena chamada Y Felinheli. Pra ver mais sobre ele clique aqui. E pra ganhar um desconto no Airbnb clique aqui. Pra chegar até a vila foi cerca de duas horas numa estrada tranquila e fácil de dirigir saindo de Liverpool.

Mas chega de enrolar e vamos à lista de cinco coisas legais no norte do País de Gales:

VILA: Beddgelert

Apesar de termos visitado esta vila do País de Gales no inverno, garanto que mesmo no calor do verão ela mantém o ar tranquilo. O movimento de carros é tão calmo quanto a água do rio Colwyn (ou Afon Colwyn como os Galeses chamam) que corta a vilinha. Tem pouquinha coisa aberta na baixa temporada, mas ainda assim tem, e vale a visita. Foi a dona do café que tem no Colwyn Guest House – e loja de antiguidades – que nos falou que no norte do País de Gales tem muito mais gente falando Galês que no sul do país.

rio conwy em snowdonia, vila de beddgelert com arbores, casas de pedra e montanha com neve no fundo. paisagem linda.

PRAIA: Barmouth

Barmouth foi uma surpresa muito bacana. Também não tinha muita coisa aberta como com certeza deve haver no verão, mas ainda assim a praia é muito simpática. Casinhas coloridas com barraquinhas de sorvete fechadas, pessoas de casaco e os pubs recebendo clientes de portas abertas. Não literalmente, claro.

AVENTURA: Zip World Velocity

O ponto alto da viagem ao norte do País de Gales foi o Zip World Velocity, a tirolesa mais rápida do mundo (podendo chegar a 160km/h) e mais longa da Europa. A experiência é tudo o que pode ser esperado de um dia de aventura. A segurança é prioridade em todos os momentos. Desde a chegada, quando os participantes são pesados, até este mesmo peso ser checado no momento de descer pela tirolesa.

A primeira tirolesa é mais curta e serve meio que de preparação pro que vem pela frente. O frio na barriga que para depois da primeira tirolesa tem uma nova chance quando todo mundo entra no caminhãozinho que nos leva pro ponto mais alto. Não pela antecipação do que vai rolar, mas sim pelo caminhão em si.

Cordas atadas e apertadas, peso checado e informado, in three two one… Silêncio. O mundo pausa. O medo não tem vez aqui – ele se cria na nossa mente tentando prever alguma coisa ruim, afinal. Não tem outra escolha a não ser viver o momento, sentir o vento leve no rosto, deixar o corpo mais rígido, e flutuar no ar com os olhos arregalados como o de um pássaro que busca uma presa. Só que neste caso a busca é por uma forma de aproveitar ao máximo os 60 segundos que envolvem esta parte da experiência.

Certamente inesquecível. Reserve aqui.

Minha guria postou um video no Instagram da nossa descida:

 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

A tirolesa mais rápida do mundo, que pode chegar até 160km/h, e com certeza a melhor experiência do mundo!!! Quero de novo de novo de novo e de novo 🙌🏻✅

Uma publicação compartilhada por Julia Naara Bachmann (@julianaarab) em

CURIOSIDADE: Llanfairpwllgwyngyllgogerychwyrndrobwllllantysiliogogogoch

Parece que eu bati com a cara no teclado e deu isso aí, mas prometo que não. Este é na verdade o maior nome de uma cidade no Reino Unido. Ela fica numa ilha do País de Gales chamada Anglesey. Os pontos turísticos da cidade se limitam a uma concessionária, estação de trem e o centrinho turístico. E isso já rende uns 45 minutos de fotos e tentativas ruins de pronunciar o nome.

 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Uma publicação compartilhada por Rafa Maciel | Guri in London (@guriinlondon) em

ILHA: Holy Island

Ao atravessar as vilas com casas coloridas ou de pedras de Anglesey, tu vai chegar nessa ilha bem pequena chamada Holy Island. Numa pontinha dela tem uma vista para uma outra ilha ainda (senhor…) onde está a South Stack Lighthouse, um farol que decora a paisagem dominada pelo mar verde claro do Mar da Irlanda.

lighthouse. farol com mar da irlanda ao fundo na holy island em gales

Esta parte, assim como boa parte da viagem ao norte do País de Gales, é muito cênica. E não veja isso como uma coisa ruim.

Leia mais:

moinho ainda em uso no pais de gales, reino unido. ceu azul

Planeja tua viagem com os parceiros que eu mesmo uso:

2 comentários! Deixa mais um?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Newsletter do Guri

* indicates required
Booking.com