Guri da História

John Snow e o surto de cólera do Soho

John Snow não tem nada a ver com o Jon Snow. O primeiro, nasceu na Inglaterra. O segundo eu não faço ideia porque nunca li nem assisti a série. Mas enfim, o John Snow tem uma importância muito grande pra história da cólera em Londres, estudo de epidemias, estatística e ele entendia de anestésicos também.

Mas afinal quem era o John Snow?

Bem, ele nasceu em York, e aos 14 anos já era aprendiz de cirurgião. Veio pra Londres com 23 anos e entrou pra Royal College of Surgeons e na University of London. Em 1849 João das Neves publicou seu estudo On the Mode of Communication of Cholera dizendo que a doença era contraída pela boca, ao contrário do que muitos achavam, que era pelo ar.

O ar era mesmo um problema. E ele tinha até nome: miasma. O ar impuro, com matéria orgânica em decomposição. Isso entraria pelas narinas e a pessoa ficaria com cólera. Não era bem isso que rolava e o John Snow ficou P da vida porque ninguém acreditou nele. Mas passou. Porém em 1854, cinco anos depois de ele ter publicado seu estudo, ele conseguiu provar seu ponto.

O surto de cólera do Soho

Aconteceu naquele ano um pequeno surto de cólera no Soho (“pequeno” entre aspas porque foram cerca de 500 pessoas contaminadas). Ele conversou com várias pessoas com a doença e perguntou onde eles estavam bebendo água, pegando de onde, etc. Mapeando os casos ele descobriu que era comum o fato de que muitos bebiam água de uma bomba na Broadwick Street (na época chamada Broad Street).

Com autorização da administração local ele isolou a bomba d’água removendo a manivela dela e de fato o número de casos reduziu. Ele assumiu nos diários que os números já estavam caindo, mas com certeza esta ação dele ajudou não só a frear mas também provar como era o contágio da doença.

O governo, no entanto, não queria aceitar. E não aceitou. Era bem inconveniente aceitar este estudo porque iria contra o que eles estavam defendendo e porque iriam acabar tendo que assumir que a cidade era suja e precisava de saneamento – o que só acabou acontecendo mais de uma década mais tarde.

Anestéticos

Ainda antes do surto, em 1853, John Snow atendeu a rainha Victoria no Palácio de Buckingham administrando uma dose de clorofórmio para facilitar ao dar a luz ao príncipe Leopold. E de novo, em 1857, quando a princesa Beatrice nasceu.

Hoje

Hoje tem referências a John Snow no Soho. Uma delas uma réplica da bomba d’água na Broadwick Street; e outra o pub com o nome dele, John Snow. O que é curioso, porque ele não bebia álcool.

Mas fica a dica pra visitar: 39 Broadwick St, W1F 9QJ

 

Explore os outros posts e vídeos de história aqui.

Planeje sua viagem com os parceiros que eu confio e uso:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *