8 capas de discos feitas em Londres

por Rafa Maciel, um Guri em Londres

8 capas de discos feitas em Londres

28/08/2016 Uncategorized 0

Não preciso aqui falar muito da relação rock/Reino Unido né? E exatamente por isso, várias capas de discos foram feitas na nossa querida cidade. A mais famosa dela é dos Beatles, mas separei, além dela, outras sete capas pra ti neste vídeo!

Ah, por falar em rock, não esquece que eu guio um passeio sobre rock britânico todo em português aqui em Londres1 😉

Quando eu vim a Londres pela primeira vez eu fui na Abbey Road mas o mais importante pra mim era ter visto o local onde a capa de Sigh no More, do Mumford & Sons foi feita. Eu era (e ainda sou, como já falei por aqui) muito fã da banda, então aquilo teve um significado muito maior pra mim. Lembro e guardo até hoje com muito carinho a sensação de ver aquele local pela primeira vez.

E agora é tua vez, se quiser visitar algum dos locais que citei no vídeo é só escolher e ver lá no mapa, no fim do post, como chegar:

Pink Floyd – Animals (77)
A agora desativada usina de Battersea foi usada na capa do famoso e amado disco do Pink Floyd. O porco inflável foi ideia de Roger Waters. Há anos a usina não tem mais sua função original e agora vai virar apartamentos residenciais.

Oasis – (What’s The Story) Morning Glory? (95)
Um dos discos mais conhecidos (se não o mais conhecido) do Oasis, o (What’s the Story) Morning Glory? ficou em primeiro lugar por dez semanas nas paradas britânicas, mas claro que não uniu os irmãos Gallagher nem um pouco. A foto foi feita na Berwick Street onde antigamente ficavam as principais lojas de discos da cidade.

David Bowie – The Rise and Fall of Ziggy Stardust and The Spiders from Mars (72)
A foto do icônico disco de Bowie foi feita em frente ao número 23 da Heddon Street, paralela à Regent Street. Hoje a rua é cheia de restaurantes.

The Clash – The Clash (77)
A foto deste disco foi feita em frente ao que era o estúdio/escritório da banda (na época chamado de Rehearsals & Rehearsals). O local fica dentro do famoso mercado de Camden Town.

Madness – Absolutely (80)
A banda surgiu em Camden Town e por isso fizeram a capa na frente da estação de Chalk Farm (que fica do lado de Camden Town – imagina fazer na frente da de Camden haha). Eles começaram tocando num pub chamado Dublin Castle (94 Parkway #ficaadica)

The Beatles – Abbey Road (69)
O famoso, o amado, o adorado e extremamente copiado Abbey Road! A foto foi feita dia 08/08/69 às 11h30 pra poderem escapar dos fãs e seis fotos foram feitas numa sessão rápida de dez minutos. Aparentemente a ideia teria sido mudada. Teria sido de colocar o nome de Everest, que era a marca de cigarro que o engenheiro de som fumava. Mas como seria muita mão ir até o Everest (será?) resolveram facilitar (e muito, como dá pra ver) e apenas atravessar a rua na frente do estúdio. Essa ação é copiada por cerca de 140 mil pessoas por ano. Não acredita? Olha aqui ao vivo!

Paul McCartney – Paul is Live (94)
Junto com o Abbey Road surgiu também os rumores de que Paul estaria morto. Ele teria morrido em um acidente de carro e colocaram um sósia no lugar dele que não interpretou ele direito. Isso porque ele é canhoto e o “sósia” estaria segurando o cigarro com a mão direita. Na placa do fusca o LMW 281F foi interpretado como Linda McCartney Widow e 281F virou 28IF, que seria 28 anos se (if) Paul estivesse vivo. O Paul voltou na Abbey Road pra fazer a capa do disco Paul is Live (Paul está vivo) e brincando com isso, segurando o cachorro com a mão esquerda, a placa do fusca é 50IS (tem 50) e por aí vai… O nome também foi um trocadilho, porque este disco é um ao vivo (por isso “Paul is Live”).

Mumford & Sons – Sigh no More (09)
(suspiros) Opa, não, o nome é “sem mais suspiros” e cá tô eu suspirando. Mas é que esta banda é muito boa e realmente a sensação da minha primeira visita a este local em Londres ainda está vivinha da Silva. Ela é na verdade uma loja de móveis (como muitas lojas da King’s Road) e foi tirada a identificação, bem como os móveis (ah vá) pra fazerem a capa. O prédio da esquerda está sendo reformado mas o da direita ainda continua verdinho também (dá pra ver isso lá no vídeo).

Como chegar?

Saiba mais sobre o passeio do rock que eu guio clicando aqui.

Sim, e já tem um que não coloquei: Tower Bridge. Lembrou deste? Mais algum?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *