GURI IN LONDON

Tipos de cervejas nos pubs

Ahhh um dos meus assuntos favoritos, beer, cerveja. 🙂 Quero te mostrar esta semana os principais tipos de cerveja que é encontrada nos pubs e as características de cada uma. Afinal, estamos comemorando dois anos do passeio de pubs. Abre uma cerveja e vem comigo!

Estamos comemorando dois anos de Pub Crawl Histórico, o passeio dos pubs. Clique aqui, saiba mais e reserve a sua data.

COMO DEGUSTAR UMA CERVEJA:
1. Olhe: analize a densidade da bebida, a formação da espuma e o mais importante: a coloração.
2. Cheire: sinta os aromas que você consegue identificar. Pense um pouco sobre quais frutas ou tipos de flores a cerveja remete. Alguma característica específica como a torrefação, por exemplo, já pode ser identificada pelo aroma.
3. Beba: Tome um gole e passe a bebida por toda a boca e língua. Preste atenção na textura e na aceitação do seu paladar.
4. Ao engolir a cerveja pense nos sabores e em que parte da língua eles podem ser identificados. O amargor é sentido no fundo da língua. Analise também as características do malte (caramelo, cítrico, torrado, etc), do lúpulo (pelo amargor e pelo sabor frutado ou que remete a flores), e tudo mais que pode perceber.
5. Analise quais os sabores que se vão logo e quais os que mais persistem.
6. Beba mais um gole e verifique o que mais pode perceber. O recomendado é fazer isso por no máximo quatro vezes, porque mais que isso vai confundir (e até acostumar) o paladar.

Guri empinando pints de ales! Oi?


COMO É FABRICADA UMA CERVEJA:
A cevada é o cereal principal utilizado na fabricação (as brasileiras usam muito milho e arroz, blécs). Este cereal é germinado e depois ressecado. Aí ele vira o malte. Adiciona-se a água e temos o mosto, a base da sua cerveja.

Depois disso faz-se a adição do lúpulo, que é o que vai dar o amargor da cerveja e em alguns casos (descritos abaixo) o sabor e aroma frutado. O próximo passo é adicionar as leveduras, o fermento que vai transformar os açúcares do malte no que nos faz cair no fim da noite: o álcool. Pura química! A fermentação varia dependendo do tipo da cerveja (também descrito melhor abaixo).

Depois disso a cerveja é filtrada e envasada. Só curtir. Em alguns casos ela não é filtrada antes de chegar ao barril onde ela será armazenada e isso é chamada de segunda fermentação, pois ela continua fermentando ainda no depósito do pub.

Existem vários outros passos e detalhes de temperatura, filtragem e fermentação. Como escrevi, é pura química. Mas estes são os passos básicos e a grosso modo.

IMG_8595


OS TIPOS DE CERVEJA
São vários os tipos de cerveja que podem ser encontrados nos pubs país afora. Cervejas nacionais e importadas fazem parte dos balcões. Mas como falei no vídeo, estes são os principais estilos:

Lager
Tem o sabor mais simplificado, sente-se pouco o lúpulo e o amargor, por ser de baixa fermentação não possui aromas e sabor frutado e deve ser consumido em temperaturas mais baixas (por volta dos 4ºC).
Exemplos: Meantime London Lager, Carlsberg, Carling, Peroni (italiana), Heineken (holandesa), Beck’s (alemã).

Ale
O tipo mais famoso do Reino Unido. A Inglaterra sempre foi grande produtora e consumidora até os dias de hoje. Dentro da Ale existe uma grande variedade de sub-tipos. Uma característica geral da ale é que ela é de alta fermentação, e isso faz com que o lúpulo empreste a ela os sabores mais frutados e florais. Algumas delas devem ser consumidas em temperatura ambiente (8ºC a 12ºC). Temos:
Pale Ale: um dos mais tradicionais. É sentido com muita clareza o sabor do malte (que varia de cerveja pra cerveja) e o frutado que geralmente é caracterizado pela adição do lúpulo. Recomendo a Camden Pale Ale e a Meantime Pale Ale.
IPA, Indian Pale Ale: aqui pronuncia-se I-P-A em inglês, ou seja, “ai pi ei”. As IPAs tem uma adição mais pesada de lúpulo, então ela tem um amargor mais marcante e persistente no fundo da língua. Ela não é tão densa quanto uma stout ou até uma bitter. Recomendo a Greene King IPA e a Punk IPA da Brewdog.
Bitter: outro estilo conhecido, mas que nos engana por causa do nome. O nome significa “amargo”, mas a bitter é menos amarga que a IPA, por exemplo. Ela é um pouco mais encorpada que as outras ales, tem um sabor mais persistente e uma textura mais áspera.
Outros tipos também estão nos balcões como red ale (minha favorita, muito mais maltada!), amber ale, brown ale, american pale ale, etc.

Stout
A stout assusta um pouco por causa da cor, mas não é tão forte quanto aparenta. Ela é feita com o malte mais torrado, o que deixa ela com a coloração escura, e com o sabor de tostado. O amargor também está presente, mas o equilíbrio é diferente quando comparado com algum outro tipo de cerveja. Este amargor lembra o amargor do chocolate meio amargo. Tem uma textura mais densa e uma espuma cremosa. Ela deve ser consumida em temperatura mais baixa, mas não tão gelada porque senão vai perder os sabores que melhor identificam ela. A mais conhecida das stouts é a irlandesa Guinness, que é uma delícia. Mas existem outras boas como a também irlandesa Murphy’s e até a Black Cab, da Fuller’s. Uma das minhas stouts favoritas, no entanto, não é servida on tap (na torneira), mas sim em garrafa: a Imperial Stout, da Samuel Smith’s.

Trigo (Wheat)
A cerveja de trigo não é tão consumida assim, mas tem lugares que vendem ela. Pra começar o cereal base já é diferente, então isso faz com que o sabor dela fique completamente diferente. Ela também é mais densa e com um sabor não tão marcante do malte. Tem notas de frutas de verão, como cassis e amora, e isso faz com que ela seja refrescante. Em alguns casos apresenta notas cítricas. Também deve ser consumida em temperaturas baixas. Não conheço muito sobre, mas sei que a Hoegaarden é uma das favoritas de quem gosta deste estilo.

Como falei, estes são alguns tipos. Ainda tem outros sub-tipos dentro destes que descrevi, além das cervejas engarrafadas como cervejas de frutas (como morango ou damasco) ou stout de chocolate. E indo além temos outros tipos de bebidas como cidra, cidra doce, vinho e destilados. E sim, também tem bebidas não alcoólicas em pubs. 😉

Estou preparando um post bem bacana sobre funcionamento dos pubs, então fica de olho pra não perder hein! =)

DSC_1725

Ah, aqui tem a página do Augusto, meu amigo que faz bira no Rio Grande do Sul. 😉

3 comentários sobre “Tipos de cervejas nos pubs

  1. Pingback: Regras de “etiqueta” nos pubs | Guri in London

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *