carrinho vermelho de cha em notting hill com a escrita "english tea" e varias caixas de chá
Turismo em Londres

Londres é eleita o melhor destino do mundo #eujásabia

Não é novidade pra mim – e imagino que nem pra ti: Londres é o melhor destino do mundo em 2019. Desta vez não sou eu que tô dizendo, mas sim os leitores do TripAdvisor (veja a lista completa aqui).  Pedi lá no meu Instagram (@GuriinLondon) o que, pra ti, faz de Londres uma cidade tão incrível! Aqui estão algumas das respostas:

Ah sim, antes preciso comentar: por falar em TripAdvisor recebi o Certificado de Excelência pelo quarto ano consecutivo pelos meus passeios temáticos em português aqui em Londres. Saiba mais sobre os tours aqui e leia as 400 avaliações aqui.

Mas afinal, por que Londres é o melhor destino do mundo?

A diversidade! Tanta gente diferente convivendo no mesmo espaço – @silvitacris

Perfeito! Vem pra Londres geograficamente. Mas vê o mundo. Se gosta de cultura diferente, Londres não tem só a sua cultura, mas um pouco de cada lugarzinho do mundo. A região central de Londres é mais característica, mas ainda assim tem um restaurante equatoriano, servido por poloneses, e com chefs indianos. E talvez o dono do restaurante seja inglês, ou quem sabe australiano.

Facilidade do transporte e a gentileza dos londrinos – @marcossimao1

O transporte é fácil de entender, seja o ônibus ou o metrô, vai que vai! Ainda mais se usar um aplicativo como Citymapper ou Google Maps, aí sim ele te dá o passo a passo da rota. E quanto à gentileza, muita gente me comenta que concorda com isso. Os londrinos são simpáticos, dispostos a ajudar e dependendo da ocasião (num pub por exemplo) interessados em qualquer assunto. Somando as duas partes da resposta do Marcos, se tiver em alguma estação, sozinho, com mala, há grandes chances de alguém te oferecer ajuda.

É fácil ser turista em Londres.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Rafa Maciel | Guri in London (@guriinlondon) on

A sua história, sua riqueza cultural – @avelinobrasil

Londres respira história. Não só dentro de museus e galerias, mas cada rua tem uma história diferentes. São, afinal, quase dois milênios de incêndios, guerras, comemorações, celebrações, conflitos e até protestos. É bonito como o londrino (na sua maioria) sabe pelo menos um pouco da sua história local. Quem morava naquele bairro, algum fato curioso que outro. Isso é uma forma de manter a história da cidade e do país vivas.

Acho que principalmente os pubs – @antoniocarlosvelloso

O Antonio Carlos pegou no meu ponto fraco – afinal tenho até um passeio de pubs históricos. Porque é isso! Tem pubs pra todos os gostos. Pubs históricos, com música, pra reunião, pra família, pra levar o cachorro… O pub não é um lugar de (apenas) ir beber e encher a cara, mas também de se atualizar com o que tá acontecendo na vida dos amigos, encontrar alguém a trabalho, ler um livro, seja o que for. É parte da cultura tanto quanto a rainha.

Ninguém tomar conta da sua vida – @ericarincon

Ponto.

Os parques – @eudesiacarvalho

Que são de graça e muitos deles no centro de Londres. Um dos meus favoritos é o St. James’s Park, mas pertinho dele tem o Green Park. E pertinho dele tá o Hyde Park. Um pouco mais ao norte tem o Regent’s Park. No leste está o famoso Greenwich Park, e no oeste tem o maior parque de Londres, o Richmond Park (onde tem os cervos).

Em qualquer época do ano os parques trazem uma identidade muito forte pra Londres. Minha época favorita é o outono, quando as folhas ficam secas e a mistura de cores deslumbra os olhos com uma paisagem bucólica e um ar que te faz sentir, de verdade, na cidade mais foda do mundo!

Cultura! Um musical do lado do outro, museus gratuitos – @canalalemanizando

Bah, isso aqui é demais! Só na área do West End (onde tem os principais teatros) tem 40 espetáculos rolando. Isso desde O Fantasma da Ópera (clássico britânico) até os musicais da Disney, por exemplo. Para ver as peças e espetáculos que eu já fui em Londres clique aqui.

Já quanto aos museus, é sempre bom lembrar que os principais deles são gratuitos. E sempre recomendo focar na área que tu tem interesse. Tem pra quem gosta de arte clássica, história britânica, arte moderna, história da humanidade, transporte, brinquedos, design, e por aí vai. Aqui tem algumas atrações de Londres.

Mistura muito a novo com a história – @alinefisio

Este eu vejo que é o que mais chama atenção das pessoas. A mistura harmoniosa e respeitosa do novo com o “não tão novo” (parece que se chamar de antigo ou velho tô ofendendo). Exemplos disso são por exemplo o recente The Shard, que fica ao lado do Borough Market, com suas origens há mais de mil anos atrás. Ou ainda a Millenium Bridge, que é do ano dois mil, estendida do lado da Catedral de St. Paul’s, que tem seus mais de 300 anos. E uma foto mostrando as duas é de uma beleza sem igual.

millenium bridge, a ponte do milenio moderna e de vidro, com a catedral de st pauls ao fundo, de 1710
Foto: WTJournal

E pra ti? O que na tua opinião faz de Londres uma cidade tão incrível pra ser visitada? Me deixa a tua declaração de amor pra Londres ali nos comentários.

Planeje sua viagem com os parceiros que eu confio e uso:

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *