Guri no Reino,  País de Gales

Guri em Cardiff #GurinoReino

Já fiz um vídeo contando 40 fatos sobre o País de Gales, mas neste vídeo quero te contar mais como foi minha viagem ao país. Esta primeira parte é específica com dicas de Cardiff.

Cardiff, como qualquer cidade britânica é bem histórica. Mas não se limita a isso. O Cardiff Millennium Centre é um bom exemplo. O prédio é moderno, bem famoso até pelo estilo, e tem sempre atividades interessantes rolando. No nosso caso a gente assistiu o musical da Família Addams. É uma comédia-musical com uma história massa, coreografias muuuito massa e personagens engraçados e bem elaborados. Infelizmente já não está mais em cartaz. É fácil comer e beber antes ou depois do que for assistir – durante não rola beber já que, diferente de Londres, não pode levar bebida pra dentro do teatro.

O point

Esta parte da baía, mais ao sul da cidade, é onde tem a maioria das atrações e da vida que interessa pra gente em Cardiff. A área, chamada de Cardiff Bay, tem ainda o Techniquest, que é tipo uma feira de ciências gigantona, com um monte de itens pra interagir. Muita coisa científica, matemática e de engenharia. É muito massa, especialmente pra crianças, mas né… Não é só focado nelas. Descobri tanta coisa legal e “brinquei” bastante. =) São mais de 120 itens, fora o planetários e mais alguns shows e apresentações da galera. O atendimento e cuidado dos funcionários é de tirar o chapéu. Na área fica também o Dr. Who Experience, que eu acabei não indo (por ter visto apenas alguns episódios da série) mas pelo que vi as avaliações são muito boas. Então se tu curte, não deixa de incluir no teu roteiro.

Se, igual eu, tu ficar na área do Millennium Stadium, dá pra ir de táxi ou barco até a área de Cardiff Bay. O táxi custa umas £ 10, o barco £ 4 (mas é meio que de hora em hora) e pra ir a pé é de graça (a vá!) e demora uma meia hora. A gente escolheu ficar no Austin Guesthouse, bem funcional, até com uma mini-cozinha que foi bem útil pra gente.

O Castelo de Cardiff

A localização do hotel foi boa pra visitar o Bute Park e um patrimônio dos moradores da cidade, o Castelo de Cardiff. Isso hoje né, porque no passado ele era de famílias ricas e aristocratas (ele não tem relação direta com a realeza). Em 1947 o Castelo foi doado pelo seu então dono (o 5º Marquês do Bute) à população de Cardiff. Então se tu mora ou trabalha em Cardiff pode pedir uma chave do castelo que te dá direito a entradas ilimitadas nele por três anos! Clique aqui pra saber mais.

O que mais chama atenção é a Torre do Relógio (Clock Tower) que tem uma decoração linda! Por fora já chama atenção mas por dentro é ainda mais linda. Eu recomendo muito pegar um tour pelo castelo porque o guia explica muita coisa da decoração, além de ter acesso a áreas específicas que só podem ser visitadas com guia.

Por falar nisso, lembra que eu sou guia em Londres né? =)

O que mais gostei em Cardiff

Não sou (ou não era) muito de água. Atividades e esportes aquáticos lá, eu aqui. Mas a convite do Cardiff International White Water fui fazer um rafting e ver como seria a experiência. Meio que me cagando um pouco, mas fui. Tem aquela história de enfrentar um medo por dia né? Pois bem… Esta seria a daquele dia.

Tinha dado uma olhada nuns vídeos du lugar e já fiquei mais tranquilo. Dão colete, tem uma roupa própria e tals (aquela que te deixa parecido com uma perereca sabe?). E não é que gostei?? O barco/bote varia de duas a seis pessoas, mas no nosso caso fomos só eu e a Julia. O instrutor dá toda a manha de como fazer o rafting, se precisa remar, fazer curva, estas coisas, e lá fomos. Depois que caí algumas vezes na água daí sim! A confiança aumentou e vi que não teria nada de mais, que o colete ajuda mesmo. Aí fui que fui!

Além de rafting, eles também tem outras atividades como kaiak, paddle, entre várias outras coisitas. Mas acho que o que eu recomendo mesmo é o rafting. Pode ir até seis pessoas por vez, então dá pra se divertir legal com a galerinha durante a viagem! Se for durante os meses mais quentes, imperdível!

Próximo a Cardiff

Cardiff não tem assim taaaanta coisa pra visitar, como já deu pra ver. Mas claro que o País de Gales em si sim. A nossa escolha foi Caerphilly, uma cidadezinha cerca de 20 minutos de trem de distância, pra visitar o castelo. As origens dele datam de 1268. Alguns detalhes medievais ainda estão lá, como o fosso de água entre a fortificação e o castelo pra elevar a proteção. Época pré-cerca elétrica né?

Voltaria a Cardiff?

Não. Não quero dizer que não gostei, mas acho que vi o bastante. Pra quem tem poucos dias em Londres (e aqui pouco eu me refiro a 15 dias), não recomendo ir a Cardiff. Se for nos arredores de Londres tem outras coisas interessantes pra se ver; e se quiser mesmo ir ao país de Gales também tem outros lugares que na minha opinião são mais interessantes e contrastantes que Cardiff. Mas aí contei mais no outro post, pra ler clique aqui.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Rafa Maciel | Guri in London (@guriinlondon) em


Veja mais:
– 5 coisas do Norte do País de Gales
40 fatos sobre o País de Gales

Planeje sua viagem com os parceiros que eu confio e uso:

2 Comments

  • Tiago Sidney

    Good evening, boa noite meu amigo, estarei na Europa do dia 11 a 28 de janeiro sendo que do dia 21 a 24 estarei em Londres, gostaria de assistir uma partida de futebol ai, além de futebol o que vc pode me oferecer interessante,
    Abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *