Guri no Mundo,  Malta

Guri na Blue Lagoon, Malta

Já contei um pouco sobre as belezas de Malta mas deixei o passeio à Blue Lagoon pra um post só sobre. Claro, tchê!  Preciso descrever timtim-por-timtim pra fazer toda a magnitude do negócio ser entendida. Mas é tão tão assim mesmo?

Olha, tão tão e um pouco mais! Bueno, saí de Sliema por volta das 9h da manhã e de lá o barco da Hera Cruises me levou em uma viagem de 3h (isso, 3 horas/180 minutos) até a ilha de Comino, onde fica a tal da Blue Lagoon. Se quiser chamar ela de “lugar com água transparente e peixes nadando nos teus pés” pode ser também. Justo!
A viagem é tranquila e o guia-piloto da companhia explicava com seu sotaque italiano engraçado a cada ponto do trajeto por onde estávamos passando. O mar azul do Mediterrâneo, no entanto, não precisa de nenhuma explicação adicional. Ele tá ali pra ser admirado e fim. Do início ao fim.
Ao chegar na Blue Lagoon ficamos livres pra explorar a ilha, fazer um passeio opcional pago ou aproveitar a água (que como já disse mas vou repetir) transparente. Dava pra enxergar, inclusive, as algas no fundo do mar. Mas ao descer e tentar encostar nela… OOOOOPS! Não dá pé! Incrível. A sensação de infinito ali, nos pés.
O almoço foi servido dentro do barco e a comida é leve (mas tem opção de não leve também!) e muito boa! Ideal pro estilo da viagem mesmo. Refrigerante e água também são servidos como complemento, e melão cortadinho, prontinho depois disso. Nem um Euro/Real/Libra gastos a mais.
Toda a aventura de água, ilha e almoço dura cerca de 1h30 – com o barco “estacionado” na ilha. Depois dali ele continua contornando a ilha de Malta no sentido horário e aí passa pela ilha de Gozo. Ele não chega a parar. Inclusive quando estávamos passando avistamos os equipamentos e instalações da equipe de gravação do novo filme com Brad Pitt e Angelina Jolie, chamado By The Sea.
O retorno a Sliema foi mais rápido (claro, só faltava um pedacinho pra terminar de contornar a ilha), então em resumo acabei conhecendo toda a costa de Malta vista do mar, e com as explicações e muito sotaque, Todo o passeio durou cerca de 9 horas (da saída ao retorno) e valeu cada um dos € 55 pagos.
Tive sorte de ir na média temporada e de o tempo estar em ótimas condições. O barco estava lotado mas tinha lugar pra sentar e sem nada de filas.
O que eu fiz de melhor aqui neste post foi enrolar e enrolar pra contar a nossa experiência neste passeio, mas principalmente pra ter espaço pra colocar fotos e fotos pra que tu deguste. Por falar nisso, dá uma olhada no álbum com todas as fotos de Malta aqui no Facebook. E trata de descobrir mais sobre essa ilhota. Se tu queres fugir da parte clássica da Europa e ainda ter a sensação clara de aqui estar, teu destino é esse.

Planeje sua viagem com os parceiros que eu confio e uso:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *