Turismo em Londres

Guri no Portobello Road Market

Um lugar chamado Notting Hill. Taí um filme que nunca assisti demorei pra assistir. Separar o sábado pra ir ao Portobello Market foi uma das melhores decisões que eu fiz no meu roteiro da primeira vez que visitei Londres, antes de me mudar.



Indo de metrô, é fácil fazer como muitas coisas de turismo em Londres pra saber o lugar certo: só seguir o fluxo. Todo mundo caminha em direção à Portobello Road, a rua onde acontece a feirinha.

Ali os estandes e barraquinhas começam a aparecer. E tu começa a parar. Em todas. Elas são montadas ali na rua mesmo, onde não há tráfego nesse dia (nem que queira) como uma feirinha mesmo. No começo me pareceu ser não tão grande ou com poucas opções, mas depois notei que mais uma vez tinha me enganado. Tem banca de placas antigas, cartazes, discos, CD’s, antiguidades, frutas, verduras, souvenir, roupas novas, roupas usadas e até o que lembra mini mercadinhos, com coisas úteis pra casa.

mercado de rua de notting hill em londres

É mais ou menos 1.5km de comércio nos prédios, dos dois lados da calçada e no meio da rua. Então prepare as pernas e ainda mais os sentidos. Ao contrário de outros mercados, como o Borough Market, o Portobello é a céu aberto. De forma organizada, claro: tem o número de cada banca pintado no chão.

Como a feira/mercado/como-queira-chamar acontece principalmente aos sábados, ela passa o dia lotada, do início ao fim. Eu comecei minha visita fotografando algumas banquinhas e futricando em tudo o que via pela frente. Deu vontade de comprar todas as placas decorativas e todos os cartazes. Levei um só. Os valores dos produtos dali são convidativos, mas o Camden Lock, o mercado de Camden, tem opções mais econômicas. Mas vamos deixar este pra outro dia.

Não me contive ao ver as bancas de discos, ainda mais com o vendedor abrindo os CD’s e colocando pra tocar ali na hora. Fiquei olhando os discos por alguns minutos, até pra especular o que ele gostava de ouvir e a reação dos visitantes. Teve até gente dançando as músicas que ele colocava ali mesmo. Tri massa.



Caminhando mais um pouco, as comidas começaram a aparecer. Bancas de frutas e verduras frescas quase me fizeram pensar que estava na feira do agricultor de Caxias do Sul. Como a fome começou a bater, resolvi achar um (dos tantos) lugar pra comer.

frutas e verduras no mercado de rua de notting hill londres

Qual o melhor roteiro de Notting Hill?

Se perder foi o melhor roteiro. Mesmo que eu não queira ir no mercado, mesmo que eu não precise achar um banheiro, mesmo que eu não esteja procurando a casa da Adele, eu preciso me perder pela ruas do bairro. Sair da Portobello Road pra qualquer lado foi bacana pra ver as casas coloridas que figuram em Um Lugar Chamado Notting Hill e Paddington, por exemplo. Como é muito arborizado, se for visitar no outono, melhor ainda. A paisagem com folhas secas enfeitando o chão deixa o bairro ainda mais charmoso.

casas coloridas de notting hill com carro antigo na frente

Ainda assim, quero falar no futuro sobre o que ver em Notting Hill ou alguma sugestão de rota pra sair do óbvio. Mas uma dica que já deixo: na hora de ir embora do mercado, não faça o mesmo caminho. Volte pela mesma estação mas seja curioso. Vai sem medo, entre em ruas, observe, erre, não tem problema. Alguém sempre vai te ajudar a voltar pra estação, ou pra achar um pub pertinho pra seguir o teu dia.



Planeje sua viagem com os parceiros que eu confio e uso:

2 Comments

  • Marla Rodrigues

    Sua melhor dica: saia da estação e siga o fluxo. E bota fluxo nisso, né? Foi assim que eu cheguei lá. Eu gostei, mas achei tudo bem caro. Sei lá se é porque eu fiquei babando nas quiquilharias, essas coisas que o povo chama de vintage, mas só sei que não comprei nada lá. Em compensação, bem do lado da estação tinha uma lojinha fechando as portas e vendendo todos os itens (roupas, sapatos e acessórios) por £5. Foi sucesso total! 😀

  • Rafael Maciel

    Baita fluxo mesmo, né Marla! hehe…
    Pois é, também não achei tão barato… Camden Lock me divertiu mais no quesito compras.
    Bah, £5 é uma beleza. Eu acho que devo ter pago isso pelo cartaz que eu comentei. =P

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *