GURI IN LONDON

Guri Guru #4

Mais um vídeo em que tu pergunta e eu respondo. Se tiver mais dúvidas clique aqui ou deixa tua pergunta ali nos comentários. 😉

Daniela Vacari: As pessoas são realmente mais fechadas como dizem ou o humor deles é como nos filmes ingleses? (ou as duas coisas)
Eu diria que as pessoas não são fechadas, bem pelo contrário, são muito de boa. E o humor britânico é único! Cheio de ironia e sátira, um pouco de acidez que pode parecer arrogância aos olhos do brasileiro. O Maurício Meirelles falou disso aqui.

Guilherme Rabelo: Guri, ó guru alcoólatra dos pubs, me responda: qual é a origem do “arms” presente no nome de tantos pubs UK afora? Ex: The Churchill Arms; The Anglesea Arms.
Este arms não é de braço, mas sim de um brasão – um coat of arms. Aparentemente associava-se no passado àquela região – uma família, ou até algum Duke. No entanto isso mudou e as pessoas colocam estes nomes até como forma de satirizar esta época. O mesmo que eu abrir um pub e colocar o nome de Guri Arms ou Gaúcho Arms.

Arthur Sette: Rafa, o Uber foi proibido em Londres, qual as opções semelhantes que voce recomenda ? Abraço !
Na real o Uber não foi proibido. Eles tinham licença pra operar mas o TfL não quis renovar. O Uber se comprometeu em mudar algumas coisinhas então enquanto o processo tramita eles podem operar normalmente. Diz pra mídia ficar na dela e parar de fazer escândalo. hahahah
Mas de qualquer forma recomendo uns apps de transporte com meu código de desconto ó:
Uber: Rafam44ue
Gett; GTUUDOB
Mytaxi: rafa.mac8

Prismatiicz ッ: Rafa, como você aprendeu os phrasal verbs? Decorou ou apenas aprendeu com a prática?
Eu literalmente tive que pesquisar no Google o que eram phrasal verbs. Mas enfim, vale tentar aprender os phrasal verbs decorando mesmo, mas a forma ideal na minha opinião é com a prática. Seja lendo ou assistindo vídeos e filmes, mesmo que não use a fala no dia a dia tanto assim. Como qualquer coisa no idioma a prática é a melhor coisa. Falei de como aprendi inglês neste post aqui.

Gina Cazé: Você em algum momento já pensou em voltar para o Brasil? Ou acha que tudo vale a pena pra morar aí? Em relação a experiência, segurança….tudo vale a pena apesar de estar longe da família, saudade do país, frio….
Não pensei não. Gosto de tudo o que diz respeito a este país. A saudade é muito de boa (tanto de minha parte quanto da minha família); não tenho problema em me adaptar a nenhuma cozinha, então comida é de boa também; e gosto muito de frio, então isso não é problema, na real é solução. hahaha
Mas claro que tem gente que sente isso tudo de forma diferente. Como é pra ti?

Soraya Madeira: Sou professora e só posso viajar em janeiro/fevereiro ou julho, mas tô na dúvida sobre qual período escolher. Não tenho preferência ou inclinação por nenhuma. Dentre essas opções, qual tua opinião sobre qual é melhor? 🙂
Depende muito Soraya. A cara da cidade é diferente dependendo da época do ano – eu gosto muito do inverno, mas valorizo bastante o verão também. A atrações geralmente ficam aberto no mínimo uma hora a mais no verão em comparação ao inverno.
Eu diria que se tiver muita atividade externa o ideal seria colocar no verão mesmo. Mas se não se importar muito com temperatura, eu viria no inverno, já que as atrações não estão tão movimentadas e os preços estão melhores (comparando com julho).

Veja ainda:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *