GURI IN LONDON

Guri na Bonfire Night

Novembro é cheio de atividades em Londres. O dia 5 de novembro é especial pros britânicos porque foi o dia em que o plano de um cara chamado Guy Fawkes de explodir o Parlamento (graças a Deus) não deu certo. Quem foi Guy Fawkes? Ah… Meu amigo, senta que lá vem história
Duas relações com o Guy Fawkes que pode ser que tu já tenha visto: primeiro o filme V de Vingança que possui relação com a tal Conspiração da Pólvora (que já vou falar mais sobre); e segundo, as máscaras utilizadas pelo grupo Anonymous, inclusive durante os protestos que rolaram no Brasil ano passado e não deram em nada.  Não lembra? Tá, tudo bem… Pra refrescar a memória:
Pra entender tudo isso a gente volta lá pra 1605. É, rebeldia já existia naquela época! A Rainha Elizabeth I criou algumas leis contra os Católicos e Fawkes achava que quando o Rei James I assumisse ele mudaria essas leis, o que acabou não acontecendo. Aí que ele virou os fio se revoltou e disse “peraí, como que é? Quer dizer que tu não vais fazer nada? Deixa pra mim então!”. O que ele fez? Reuniu a turminha dele que tinha os mesmos ideais e resolveu explodir o Parlamento. Isso aí: as Casas do Parlamento, a qual a torre do Big Ben faz parte. 🙁
Pois bem… Lá foram eles: o plano era explodir 36 (!!) barris de pólvora debaixo do Parlamento quando o Rei estivesse abrindo a sessão anual no dia 5 de novembro de 1605. Guy Fawkes ficou encarregado de cuidar dos barris e tacar fogo quando fosse dado o aviso. Os outros avisaram algumas pessoas pra que mantivessem distância do Parlamento naquela noite devido ao plano. Como todo bom segredo, a conversa chegou aos ouvidos do Rei que mandou ser feita uma revista no prédio todo.
Assim ele foi descoberto, preso e mantido lá na Tower of London. Depois disso ele e outros oito amigos revolucionários foram condenados a decapitação. No dia da execução ele conseguiu se desvencilhar dos guardas e se atirou de uma escada quebrando o pescoço. Ele então foi esquartejado e exposto em público. Lovely.
Dizem que a pólvora que estava debaixo do parlamento foi queimada naquela noite sendo usada então pra comemoração de o Rei ter escapado de tudo isso. Desde aquele dia, a cada 5 de novembro existem shows de fogos de artifício e fogueiras por toda a cidade pra manter a tradição da celebração.
Como a Marla Rodrigues mesmo comentou, será que dá pra se dizer que é como se fosse o Thanksgiving britânico? Dia de agradecer e só. No sábado passado a Bonfire Night, como é chamada, já aconteceu em muitos lugares da cidade. Fomos (inclusive com a Marloca, que leu a dica lá no Pra Ver em Londres) ver os fogos de Blackheath, pertinho aqui de casa. As atividades começaram ao meio-dia com um parque de diversão massa, além de barraquinhas de comidas e bebidas por todo o parque da vila.
O “frio” não espantou ninguém e todo mundo vibrou, aplaudiu e assoviou aos estouros dos fogos. O espetáculo todo com direito a pausa durou entre 10 e 15 minutos e a sensação é muito bacana. É impossível descrever em palavras o momento. A vibe é bem positiva e vale a pena assistir. Vamos às imagens Comandante Amilton:

E a notícia boa é que ainda tem muita pólvora pra ser queimada essa semana (até porque nesta quarta é a Bonfire Night). Aqui estão alguns lugares que tu pode ver:
05/11, quartaSouthwark Park – 19h Além deste, com certeza tu vai ver/ouvir vários fogos pela cidade. Neste dia a lei permite fogos de artifícios até a meia-noite. =]
07/11, sexta: Coram’s Fields – 17h15 (mapa)
08/11, sábado: Battersea Park – 20h (mapa)  – £ 10
Ah… E até hoje antes de iniciar as sessões a cada ano os depósitos do subsolo são investigados pra ver se não há nada suspeito.
E tu? Foi em algum Bonfire Night? Quer ir este ano? Sabe de algum lugar massa? Diz aê nos comentários! 🙂
Com informações ótimas do Londonist.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *