GURI IN LONDON

Crônica: (Muito) Bem-vindo, Outono!

Nunca imaginei que ter colocado meus pés pela primeira vez na Europa naquele 6 de novembro de 2012 teria tanta influência na minha vida. Londres me apresentou uma tarde fria e o contato visual com as casas georgianas e árvores desfolhadas pelas janelas do metrô fizeram meu coração acelerar.

Durante os dez dias que fiquei em Londres pela primeira vez que pra cá vim não fui a nenhum parque. As ruas por si só já me fizeram babar, afinal estavam bem enfeitadas com árvores que insistiam em derramar suas folhas encarangadas no chão molhado da cidade. Não reclamava. Jamais. Aquela paisagem me dava uma noção de tempo e espaço. Me dava um chacoalhão, me faziam lembrar que estava em Londres.
Foram dez dias intensos, justamente por serem dez dias. No final da viagem a sensação era de ter aproveitado e feito valer a pena. Volto pro Brasil pra encarar o calor sulino de 37°C, quando me sinto lento, ajojado. Era mais um fator que me dava saudade de Londres: a temperatura. E aí assinei meu contrato de paixão eterna com o frio. Mais um ponto a favor de Londres na hora de colocar na balança (como se precisasse).
Além de ser frio e ter mais disposição pra qualquer coisa mesmo (inclusive trabalhar, veja só!), a paisagem que admirei naqueles dias era… Qual a palavra? (…) Outono, isso, no sentido de adjetivo. Tão outono!

O St. James Park é um dos meus preferidos dos famosos da cidade. Dos esquilos também. Eles gostam de utilizar a paisagem do parque como plano de fundo pras fotos e até já estão acostumados com as câmeras. São amigáveis (ou interesseiros? Só eles?) e sabem em quem chegar, a escolha é fácil: tem comida?

Agora que o frio começa a aparecer começa a me bater o saudosismo àqueles dias quando me apaixonei mais ainda por Londres. Toda essa saudade começa a morrer hoje. O outono chegou! Com ele o anoitecer às 17h com as folhas avermelhadas ao chão, cerração esfumaceando a luz do poste, o sereno sob o capô dos carros, o frio com a sensação de esquentar ao entrar num (qualquer) lugar fechado e tudo isso ao som de Mumford & Sons.

A minha paixão por Londres tem estações. A tua também, com certeza. Pode ser que a tua seja a do verão, pode ser que seja a do inverno, mas com certeza Londres te satisfaz. Como motivo pra mim estão as lembranças da primeira chegada, e agora a lembrança do meu Rio Grande, onde o minuano também gosta de assoprar forte o telhado dos galpões. Que aproveitem a primavera, no entanto, enquanto aproveito meu outono, minha Londres.
Bah 1: A estação mais linda do ano tá aí, então melhor me seguir no Instagram pra ver umas fotos tri de Londres.
Bah 2: E por que não no Twitter?
Bah 3: A canção é dos anos 40, mas sempre vale ouvir:

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=ZEMCeymW1Ow?rel=0]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *